estrela verde estrela rosa estrela amarela estrela laranja estrela vermelha estrela verde
Data: 02/01/2018

Previsões 2018- parte 2

Previsões 2018- parte 2

 

Trânsitos Planetários (principais)

Essas são previsões gerais, mostrando os principais movimentos planetários. Os astros apontam as tendências. Não há um aspecto que determine um fato, mas um fato que tenha um aspecto correspondente. É a sua vontade de se aprimorar, são as suas atitudes que modularão como tudo isso vai acontecer.

1) MERCÚRIO: (fica normalmente pouco mais de 1 semana por signo); mais significativo para análises rápidas;

2) VÊNUS: (aprox. 18 dias por signo)-  a partir de meados de setembro fica mais tempo em Escorpião, podendo ativar as paixões, questões ligadas à sexualidade, atração física, compulsões;

3) MARTE: (aprox. 2 meses por signo):  vai ficar entre os signos de Capricórnio e Aquário entre a segunda quinzena de março e a primeira quinzena de novembro. Atuação mais social, podendo dar inicios a processos coletivos, produtividade, impulsionando a área profissional e social.

4) JÚPITER: Entrou no signo de Escorpião em 11/10/2017, ficando até 09/11/2017 ( RX entre 9/3 e 10/7)

Pontos fortes: favorece as mudanças que ainda estão por vir, mas que estão ocultas. Fortalece a autoconfiança e os processos emocionais. Interesse por assuntos ligados à sexualidade, transformações interiores, terapias, misticismo, renascimento. Discutem-se tabus e hipocrisias; alto compromisso ético. O que não foi revelado vem à tona.

Pontos vulneráveis: sede de poder, exploração de pessoas menos favorecidas, extremismos, verdade doa quem doer.

Quando for para Sagitário no final de 2018 passa a ativar sentimentos de justiça, virtudes superiores, sistema educacional, ética, assim como falsos gurus, milagres.

 

Principais trânsitos de Júpiter:

Júpiter quadrado aos Nodos Norte em Leão e Sul e Aquário (jan/jun/nov): desafios para abandonar velhas crenças, ir de encontro à sua verdade para depois agir mais atuante no coletivo. Como eu me posiciono? Aumento da autoridade – fazer valer a sua vontade (isso principalmente para todos os signos fixos – Escorpião, Aquário, Touro e Leão); perigo é gerar atitudes pautadas no orgulho, no autoritarismo.

Trígono Júpiter/Netuno em Peixes (maio/jun e a partir ago): aspecto muito relevante; acesso a nível mais subjetivo; abrem-se as portas para as questões transcendentes/espirituais. Movimento de redenção e perdão. Quem estiver conectado, ou seja, já estiver elaborando questões espirituais, pode sentir uma grande abertura de expansão de consciência, num outro nível. Podem ser reveladas questões ocultas a tempos neste âmbito. Inspiração. Excelente para arte em geral e processos de cura coletiva/transcendental.

Sextil Júpiter/Plutão Capricórnio (jan e abril; final ago/setembro) – capacidade de renovação e transformação; intenso poder de persuasão. Fortes convicções. Poder de cura. Poderes se renovam. Percepção do oculto.

 

5) SATURNO – em Capricórnio (inicio 21/12/17- ano todo de 2018- Rx abril/set): a responsabilidade é fruto do amadurecimento; choque de realidade, frustrações; sensação de sentir o passar do tempo. Os resultados vêm com solidez e estrutura. Valorização de tudo que dura. Aumento da ambição e foco na carreira. Rigorismo. Disciplina, prudência, visão realista do mundo. Arregaçar as mangas e trabalhar para realizar. Compensa investimentos já realizados.

Limites: medo de fracassar, de ficar limitado, de ser oprimido ou obrigado a fazer algo;

Compulsões: planejamento obstinado, muito foco na carreira, excesso de rigor, auto escravização;

Libertação: disciplina saudável e disposição para assumir responsabilidades. Determinação prudente. Autoridade amadurecida. Sobriedade, clareza e visão mais realista do mundo.

Principal trânsito de Saturno:

Trígono Saturno Capricórnio/Urano Touro (jul/out 2018): renovação de antigas estruturas; ir além do pré-estabelecido; renovação de antigos conceitos; mistura de doses corretas entre os valores tradicionais e novas formas de desenvolvimento.

6) URANO

Em Áries (2011/2018) (retrógrado 3/8 a dez/17)- inovação, alta tecnologia, criatividade, liberdade da vontade, individualismo exagerado.

Urano em Touro – ciclo a cada 84 anos por signo: (de 16/maio/2018 a abril/2026) ( Rx 7/8, voltando a Aries em 7/11 até final 2018). Analisar período de 1934/1942, pois nesta época também tivemos a passagem de Urano pelo signo de Touro.

Este é um estado desconfortável para Urano (queda). Fortalece a liberdade de gozar a vida de acordo com os próprios recursos (busca por independência financeira). Assuntos ligados à agricultura, à terra, Natureza, tudo que for material, dinheiro, economia podem sofrer mudanças.

Este planeta trás liberdade de possuir o que quiser; ideias progressistas sobre posse e propriedade. O problema é falta de persistência e não ter capacidade de subsistência.

Mudanças na economia, no modo de sobreviver e se sustentar; alterações de ganho (salário- novo conceito); meios alternativos de ganho; renovação da relação com o dinheiro (dinheiro virtual – aplicativos, bitcoins); instabilidades econômicas.

Poderemos sentir mais desapego e ao mesmo tempo mais circulação do dinheiro; o dinheiro poderá ser melhor distribuído (caráter coletivo/humanitário); compartilhamento de bens.

Nova relação com corpo físico (mais valor à saúde do que à estética), maneiras mais naturais de lidar com corpo. Mudança na forma de alimentação com o uso dos recursos da Terra; vida mais ecológica e sustentável;  gasta-se menos e recicla-se mais.

Touro é um signo que lida com os cinco sentidos, enquanto Urano fala de percepção além do sensorial. A junção pode acarretar aumento da percepção extra-sensorial, maior fluxo de informação entre corpo físico e corpo sutil. Aumento de terapias que aliam conceitos de energia com o corpo físico.

 

6) NETUNO – em Peixes (2011/2024)- (rx 18/06 a 25/11): amor fraterno, sacrifícios em prol de um bem maior, misticismo, transcendência, espiritualidade, olhar para o todo, telepatia, escapismo, drogas, redenção.

 

7) PLUTÃO – em Capricórnio (2008/2023) – (rx 22/4 a 30/9)– transformações profundas na hierarquia e ordem social; nova visão sobre responsabilidade e cumprimento dos deveres; revisão das normas.

Quadratura Urano/Plutão: desde 2008 (finalizando março/18)- vai ficando mais fraca a partir do meio do ano de 2016 e se encerra de vez em 2018 – rompendo estruturas e poderes desde 2008 ((crise econômica mundial, quebra de grandes instituições financeiras, bolha imobiliária)

Maio/2018: Marte conjunto Plutão: questão nuclear pode intensificar; disputas por poder manifesto e oculto.

Percebemos muitos planetas importantes nos signos de terra no decorrer do ano: Saturno em Capricórnio, Urano em Touro e Plutão também em Capricórnio. Novas formas de se estruturar a vida, reavaliação das regras e quebra de paradigmas podem surgir.

Que 2018 traga boas reflexões e cada vez mais conexão com a nossa essência.

Saiba mais sobre:

*Astrologia*Dicas*